Constantly talking isn’t necessarily communicating.

eu sempre fui muito Joel Barish, mas depois de passar por maus bocados eu aderi a uma fase Clementine.

a fase se foi, mas um habito ficou: falar demais.

e ele me envergonha profundamente.

Um comentário em “Constantly talking isn’t necessarily communicating.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *