para dias chuvosos como hoje

A chuva é propícia à reflexão indolente. Na realidade toda a reflexão é indolente. Talvez, até, desnecessária. Os problemas começam quando começamos a pensar. A pensá-los.

Manuel A. Domingos, (…)

a vontade era estar deitada na cama vendo filme, lendo poesias, fazendo qualquer coisa melhor. mas é Terça e o máximo que vamos curtir da chuvinha hoje é o reflexo na janela do trabalho. nada de pensar demais, não é mesmo?

o segredo é abusar duma playlist com a pitada certa de melancolia e pronto: o mundo fica lindo rapidinho. 🙂


pra ouvir direto no Rdio ou assinar a playlist, no hope, no harm – just another false alarm. se você não assina o Rdio ou prefere ouvir no Grooveshark, clique aqui.

“Há vários estilos de solidão. É como enfrentar uma tempestade. Algumas são violentas, e você quer se livrar logo delas. Mas também há tormentas calmas, agridoces, contemplativas. Certas turbulências são tão gentis que há um certo prazer em passar por elas.”

– Eduardo Fernandes, A anarquia da solidão [via Ranchocarne]

Um comentário em “para dias chuvosos como hoje”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *