camaleoa

é o quarto mês de 2012 e eu já vivi tao intensamente que é como se valesse por toda uma vida. o ano em que conheci lugares incríveis no mundo, me apeguei a pessoas fascinantes, descobri sensações que pensei que nunca fosse experimentar. eu vi joan jett ao vivo de pertinho, finalmente me formei. encontrei em mim verdades há muito escondidas e descobri que não tem mesmo nada melhor nessa vida do que fazer o que a gente tem vontade, na hora em que tem vontade.

descobri que eu posso tudo que eu quiser, que isso não é só uma frase de efeito.

principalmente, descobri em mim um ser humano que, depois de muito apanhar, aprendeu a praticar o desapego. e que, por mais altos e baixos que possa estar vivendo, por mais questionamentos existenciais, profissionais, filosóficos e até sentimentais que faça todos os dias… enfim pode dizer: eu sou feliz.

por minha causa, e de mais ninguém.
e isso é que é o mais impressionante. 🙂

a gente só vive uma vez, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *