dezembro

depois de um ano difícil, querendo tempo para mim e para o que eu sinto, hoje eu entro no twitter e é como se não tivesse nada a dizer.

olho para a minha vida e é como se não tivesse nada a dizer.

não tenho nada a dizer, mas insisto em abrir a boca.

e aí, amigos, dá merda.

Um comentário em “dezembro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *