not worthy anymore

estar destruída por dentro há meses e fingir todos os dias que não, não é nada, está tudo bem, vai passar, maturidade é isso, etc. e aí, num dos piores dias da vida (as dores vão vindo à tona, as pessoas vão indo embora), ouvir jeff buckley cantando hallelujah e simplesmente desmontar, virar água, chorar olhando para o computador enquanto tenta pensar em sustentabilidade ou hipertexto ou qualquer outra coisa que a profissão lhe exige, como se isso bastasse para reconfortar — e não basta, só aprofunda ainda mais a dor.

(baby, I’ve been here before. está difícil e não se sabe se ainda vai aguentar muito tempo antes da explosão final.)

2 comentários em “not worthy anymore”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *