apaixonada, eu?

e essa coisa de ficar sonhando com o guri o tempo todo, acordada e dormindo, online e offline? e esse desespero estranho porque a qualquer momento a campainha pode tocar e pelo vidro da porta ser o sorriso dele a te dizer oi enquanto giras a chave, maltrapilha, cansada, querendo enfiar a cara num buraco? caralho, de novo não, não é mesmo?

não que adiante alguma coisa questionar. agora já sentes isso e não há muito o que fazer senão torcer para que o destino pare de fazer com que os dois se cruzem. por favor.

(mas também não vá ficar vendo vídeos dele no youtube e digitando o nome dele no google todo dia atrás de novidades, que ninguém é de ferro e não tens como te defender de ti mesma.)

3 comentários em “apaixonada, eu?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *