starbucks

fazia tempo eu simplesmente não entrava sozinha num lugar, deitava no sofá e, com coltrane nos ouvidos e café nas mãos, pensava em absolutamente nada.

como sou boba. estaria bem melhor se não tivesse interrompido esse ritual. de qualquer forma, tão bom revisitar a ariane que quer viver.

life’s just too fucking boring not to try. fico vendo lew ashby me dizer isso o tempo todo.

3 comentários em “starbucks”

  1. “fumar unzinho e ouvir Coltrane, não faço mais isso, mas me lembro muito bem”.

    Preciso ir a SP. #fato.

    Ariane: Não entendi nada, mas vou receber de braços abertos. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *