terça-feira

acordei de um sonho que nem sei se era bom ou ruim: o chamado de meu pai cortou-o pela metade e o mistério que eu achei que finalmente fosse ser solucionado prolongar-se-á mais um pouco. cheguei ao trabalho antes das sete e meia, como de costume. liguei o ar condicionado, meu computador, abri as persianas, preparei um café. pensei comigo mesma: “mais um dia, Ariane. mais um”. já estava com a cara amarrada, sem nenhum contentamento, o último gole do café amargo ainda descendo pela garganta, quando o notificador do gtalk subiu um novo email. abri sem entusiasmo e então tive uma surpresa.

Assunto: ontem
Para: Ariane Dilicia <arianeqfreitas@gmail.com>

Eu queria ter dito isso, mas tava na loucura do trabalho. Você me fez rir pela primeira vez na segunda quando falou do miojo. (L)

foi tão inesperado que fez meu dia. primeiro eu ri (ele me gravou no mailing dele como Ariane Dilicia. dá pra levar essa criatura a sério? haha), depois achei fofo (ah, vai dizer que você não achou também? nem eu lembrava de ter contado pra ele sobre minha vontade de miojo).  misturei os dois, humor e carinho. e agora eu preciso tirar esse sorriso babaca do rosto e trabalhar com seriedade — mas tá dificil.

(ainda bem que ele não tem twitter e nem liga pra blogs e afins, porque essa coisa de “ai, como eu amo meu amigo” é tão brega que chega a ser o fim. mas eu gosto desse meu jeitinho piegas.)

2 comentários em “terça-feira”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *