adeus,

é isso: 30 de dezembro de 2009.

eu poderia dizer que foi rápido (e parece ter sido, vendo  agora, com a perspectiva calma de quem já se encontrou), mas para isso teria de ignorar o enorme sofrimento pelo qual passei pra chegar até aqui.

mas não foi só sofrimento: foram alegrias, aprendizados, reencontros, foi vida, acima de tudo. e se hoje eu digo  a 2009 que ele já vai tarde, é só porque eu realmente espero (pela primeira vez na vida) muito do ano que vem pela frente. e eu sei que vale a pena. adeus,

e obrigada pelos peixes, 2009.

feliz ano novo, gente.

tudo de lindo pra vocês.

[só apareço aqui em janeiro]

3 comentários em “adeus,”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *