rock me

tumblr_kp4d35LUTk1qzwpcpo1_500
roubadinho do jogarse, via Inagaki.

e aí uma hora vêm as conclusões.

não me adianta beber direto na boca da garrafa, fumar o último cigarro, dançar até não sentir mais os pés e vender sorrisos falsos como se fosse muito feliz. não me adiantam novas paixões todos os dias, nem sentir as palpitaçõezinhas ou rir sozinha dos medos e frustrações. é no receio de que alguém repare naquele detalhe que só você conhece que mora toda a questão. é você que eu amo, por mais que doa, por mais que machuque. e o amor é isso, é assim, incondicional.

mas como eu queria poder dizer que não… porque aí eu não buscaria esses artifícios falhos, nem procuraria teu gosto em outras bocas, porque provavelmente eu não enxergaria você em cada esquina, parando o carro pra me buscar. e é assim, eu sei que você não vem mais me buscar, mas eu espero. isso me faz sangrar mais e mais a cada dia. no entanto, olha só, eu continuo esperando no mesmo lugar. eu disse que “veja bem, meu bem” era um dos maiores tapas na cara cantados pelos hermanitos, ninguém quis me ouvir.

daí eu fico pensando que putaquepariu, um dia você me fez a mulher mais feliz do mundo. um dia você foi tudo pra mim. e de repente você se foi de mim. foi de ir e foi de ser. e de repente o que antes era tudo, hoje é apenas um fantasma. um fantasma que mal quer saber de mim. quero sempre acreditar no “e se…”. mas, no fundo, sei que não vai acontecer.

não tem final feliz hoje, baby. na verdade, hoje só tem steppenwolf me cantando, baixinho: “she needs an answer to her confusion, someone to guide her with tenderness, but when she’s askin’ for a solution… all that she gets, you know, is something like this”.

viajar sem mim, me deixar assim… tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *