“In this big, epic movie – everyone is an extra.”

É que sempre me leva de volta a janeiro. E eu nem sempre detesto essa ideia.

(Acho que a memória é legal por isso. Porque a gente acaba lembrando do que foi muito bom, sem ficar dando ênfase no que não deu certo. É claro que também acontece o inverso, mas… Não, hoje não.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *