O Último Trem Para O Esquecimento


Céu azul, como tu
Lá vou eu, sim sou eu
Sou o ferro sob o céu azul
Já ficou pra trás, é tarde demais

É tão difícil esquecer você
É tão difícil embarcar e ir

Segue em frente, reticente
Rasga monte do horizonte
Vai passando, vai mudando
Vai café com pão: é o trem na solidão
É tão difícil esquecer você
É tão difícil embarcar e ir
Segue em frente, reticente
Rasga monte do horizonte
Vai passando , vai mudando
Vai café com pão, é o trem na solidão
É tão difícil esquecer você
É tão difícil embarcar e ir

(Cascadura – minha banda favorita.)

Um comentário em “O Último Trem Para O Esquecimento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *